Campanha Gravidez na Adolescência: Agora, não!

Esta campanha tem como objectivo mobilizar e consciencializar os adolescentes, pais, encarregados de educação, professores, técnicos de saúde, colaboradores das escolas secundárias, munindo-lhes de informações necessárias para que possam compreender melhor a questão da gravidez na adolescência e, assim, os ajudarem a conhecer os potenciais riscos e consequências.


O problema de gravidez na adolescência, segundo a organização, é um problema nacional, indicando que neste momento cerca de 20 por cento(%) das populações das grávidas acontece na idade de adolescência.

Os promotores da iniciativa lembram, entretanto, que a nível de região Santiago Norte a “situação é mais complicada”, porque, sublinham, a maioria dos municípios encontram-se acima da média nacional, que é 20 por cento(%).


De acordo com João Baptista, Santa Cruz é um dos municípios com mais elevada taxa a nível da região, embora esteja, segundo ressalvou, mais engajado na campanha para reverter a situação.

Para o representante da Organização Mundial da Saúde, Mariano Salazar, a região sanitária e a OMS estão a apostar na resolução deste “grande problema” de saúde pública, fazendo uma “grande abordagem” logística, participativa, profissional e técnica neste contexto e que estão com interesse não só em acompanhar como também em apoiar técnica e financeiramente.

A coordenadora do programa a nível regional de gravidez na adolescência, Ercilia Correia, salientou que vão prosseguir com a divulgação deste programa junto dos alunos e adolescentes da comunidade, com pais e encarregados de educação, estando satisfeitos com os resultados “satisfatórios”, cuja avaliação é feita no final de ano.

Acredita que tem havido “redução de gravidez” na adolescência, porque pessoas, jovens, todos estão engajados nesta problemática.

Adiantou ainda que esta campanha não vai ficar só nas escolas e que vão sair para outras localidades do concelho, a nível da região, trabalhando junto com pais e encarregados de educação que “têm um papel importante” na educação sexual dos filhos, para prevenir a gravidez na adolescência.

Tabela: Gravidez em menores de 19 anos nas consultas Pré-natais, por concelho, 2013 a 2017

Fonte: RSSN

Olhar Cabo Verde Portal de Informações sobre Cabo Verde. Aqui você conhece Cabo Verde e fica de olho em tudo o que acontece no arquipélago.

0 Comentário

Enviar um comentário

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel